logocomite Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Ibicuí logo_govrs_sema Página Inicial Fale Conosco
A água nos une! Decreto Nº 40.226, de 07 de agosto de 2000
Sede: Rua Bento Gonçalves , 247 | Cidade Alta | Cep: 97.542-130 | Alegrete | RS
Secretária da SEMA assina pacto para a elaboração da FASE C do Plano da Bacia do Ibicui , em Alegrete


19/11/2016
- Com a presença do superintendente do SENAR RS, Gilmar Tietbohl e do chefe da divisão técnica, João Augusto Araújo Telles , na 82ª Reunião Ordinária do Comitê da Bacia do Rio Ibicui, realizada no dia 19 de fevereiro, em Alegrete, o SENAR confirmou a execução do Programa de Proteção de Nascentes com aplicação piloto na sub bacia do Rio Ibirapuitã.



Um termo de compromisso firmado entre as instituições parceiras: Sindicato Rural de Alegrete, Associação dos Arrozeiros de Alegrete, Fundação Maronna e Unipampa, sob a proposição do Comitê Ibicui e supervisão do SENAR, iniciará o programa com a elaboração do Termo de Cooperação, designando as responsabilidades de cada parte na execução do projeto.

Durante a realização da 9ª Semana Arrozeira de Alegrete, de 29 de maio a 4 de junho de 2016, o Senar desenvolverá palestras técnicas com os produtores das localidades onde acontecerá a interiorização do evento, praticando as ações de proteção em uma nascente de cada um dos subdistritos, que servirá como unidade demonstrativa para os produtores rurais de cada região.



A Sub Bacia do Rio Ibirapuitã é uma região rica em nascentes no território do Rio Grande do Sul.

O dito “atraso da Metade Sul”, região onde se situa, acabou por manter sob abrigo redutos que resistiram às agressões causadas pelo desenvolvimento do homem urbano e conservam a flora e mananciais preservados.

Em contrapartida, a expansão da agricultura e a expansão urbana na maior parte da sua área de abrangência, tem mostrado negligência na conservação das nascentes, desconsideradas ante a necessidade de ocupação do solo.

O desconhecimento da importância da manutenção destes pequenos nascedouros, é a principal causa da sua destruição. E é este o investimento subjetivo que o Programa se propõe: levar o conhecimento público e transforma-lo em consciência individual seguida da atitude pró ativa dos participantes do projeto, através do comprometimento da proteção da nascente localizada dentro ou próxima a sua propriedade.

A preservação e a recuperação das nascentes dos nossos cursos d´água não são apenas atitudes que satisfazem a legislação ou propiciam a continuidade do aproveitamento das águas para as mais variadas atividades humanas, mas são, acima de tudo, ações concretas em favor da vida, desta e das futuras gerações em nosso planeta.

As comunidades rurais das microbacias exercem a função de proteger os recursos naturais, através do uso sustentável e de ações conservacionistas. As práticas ambientais estão cada vez mais integradas aos sistemas de produção, porque os produtores já compreendem melhor que preservando o ambiente obtêm melhores resultados em suas atividades. Conservar as nascentes e utilizar manejos corretos para o uso das suas águas, principalmente como fonte de dessedentação dos animais, é um dos objetivos que se propõe o Programa de Proteção de Nascentes.

Acessar
logos_geral

2013 © Todos os Direitos Reservados.

Comitê de Gerenciamento da
Bacia Hidrográfica do Rio Ibicuí

Rua Bento Gonçalves, 247
Cidade Alta | CEP: 97.542-130
Alegrete | Rio Grande do Sul
Telefone: (55) 3426-2085
Email: comiteibicui@via-rs.net

Design: LVS

COMO PARTICIPAR
» Como Participar
» Programas, Projetos e Ações do Comitê
» Perguntas Frequentes
» Galeria de Fotos
» Balneários

A BACIA HIDROGRÁFICA
» O que é a Bacia
» A Bacia do Rio Ibicuí
» Municípios da Bacia
» Fotos Panorâmicas
» Mapas
» Gestão das Águas
» Relatórios Tecnicos
» Legislação